Connect with us

Notícias

A mim causa repulsa viver num país tão desigual", diz o presidenciável Fernando Haddad (PT)

Published

on

Mariana Godoy Entrevista desta sexta-feira (20) recebeu o ex-prefeito de São Paulo e ex-ministro da Educação Fernando Haddad (PT/SP), mais um possível candidato à presidência da República. Nesta entrevista da série que o programa realiza com os presidenciáveis, Haddad garantiu que o PT não tem plano b e se mostrou confiante na candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele apontou os principais desafios do próximo presidente da República e enfatizou a economia e a educação como áreas prioritárias no país.
Questionado se já se acostumou à ideia de ser o ‘plano b’ do Partido dos Trabalhadores (PT) para concorrer à presidência da República caso Luiz Inácio Lula da Silva fique inelegível, Fernando Haddad foi cauteloso: “Vou responder essa pergunta delicada com muita sinceridade. O PT está 100% convicto de que o presidente Lula concorre em 2018.” Ele continuou: “O PT está 100% convicto do ponto de vista político, porque lidera todas as pesquisas, mas também do ponto de vista jurídico”.
Haddad mostrou segurança com a possível candidatura de Lula, mesmo com uma ação a ser julgada no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4): “A legislação admite vários recursos para além dessa condenação em segunda instância. E também, Mariana, eu quero te dizer o seguinte, não sei se chegou ao seu conhecimento um livro de 122 juristas, dentre os quais professores de ilibada reputação que dão aulas em universidades, nas melhores faculdades de direito do país. Escreveram um livro alentado sobre a sentença e dizendo por que é que tecnicamente ela deve ser reformada em alguma instância, ou pelo TRF-4 ou, talvez, pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), de maneira que o partido, o presidente e os seus advogados estão muito seguros dos argumentos que levaram à consideração do Judiciário”.
O ex-prefeito de São Paulo explicou por que recebeu a recomendação do ex-presidente Lula para viajar pelo país. “Eu fui ministro da Educação durante quase sete anos. É raro um ministro da Educação ter ficado tanto tempo no cargo e eu fiquei numa situação em que o Brasil estava vivendo um momento excepcional na área da educação, com a expansão das universidades, com a expansão das escolas técnicas, com bolsas de estudo do Programa Universidade Para Todos (Prouni), com financiamento estudantil pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), com construção de creches. Então, o presidente Lula entende que o trabalho do ministério da Educação no meu período teve uma capilaridade muito grande e ele entende que a educação é um eixo de disputa no ano que vem prioritário, nós temos que retomar a agenda da educação sem o quê, na visão dele, e na minha também, dificilmente o país sairá da crise, porque você tem que dialogar com o futuro, tem que dialogar com a juventude, tem que recuperar a esperança. Então, a educação para nós, vai voltar ao centro das atenções, se depender do presidente Lula”.
Haddad disse que não tem viajado o país como futuro ministro da Educação caso Lula volte ao Planalto: “Estou como ex-ministro da Educação, que está sendo convidado por quase todas as universidades do país para fazer palestras para explicar o que foi aquele momento e as dificuldades que o governo Temer está impondo às universidades e institutos federais nesse momento.” Questionado se as dificuldades vão além das financeiras, o petista observou: “A financeira é a mais grave, porque tem havido cortes importantes, a expansão do ensino médio federal foi suspensa, fala-se muito em reforma do ensino médio e isso não vai acontecer sem o apoio ao ensino médio federal, que é o melhor do país em termos de qualidade, então, tem toda uma agenda para ser concluída na educação, que foi iniciada no período do Lula e que ele quer retomar. Então, essa reconexão com a inteligência do país, que está instalada nas universidades, nos institutos, é fundamental para a superação da crise. Esse foi o objetivo dele quando me pediu que visitasse os estados”.

Crédito Fotos: Divulgação RedeTV!


Como ex-ministro da Educação, Haddad falou sobre o que é possível fazer para que o ensino básico deixe de lado a precariedade no país: “Em primeiro lugar, temos que continuar apoiando a educação infantil. Nós triplicamos a matrícula em educação infantil no país, sobretudo na creche, não havia atendimento de creche no Brasil. Hoje é uma realidade. Em São Paulo, quando fui prefeito, nós abrimos mais de cem mil vagas de educação infantil em quatro anos. Então, como isso foi possível? Foi criado no governo Lula o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), que é um fundo que financia da creche até o ensino médio todas as matrículas. Em segundo lugar, a curva do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) começou a crescer. No período anterior ao Lula, o Ideb caía. (…) Em terceiro lugar, a educação profissional e a educação superior tiveram uma expansão inédita no Brasil. Quais são os gargalos da educação hoje? Ensino médio, que ainda est

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias

RedeTV! perde elenco do programa “Encrenca”

Published

on

Encrenca | Foto: Divulgação RedeTV!

A RedeTV! não anda muito bem das pernas. Em meio a uma greve, com parte dos funcionários ausentes, perdendo patrocinadores e a beira do caos, a emissora de Amilcare Dallevo e Marcelo de Carvalho perderá a formação original da maior atração da grade.
O elenco fundador do “Encrenca”, aparecerá no ar pela última vez no próximo domingo, 26.
A decisão havia sido tomada a duas semanas atrás, e foi mantida sob sigilo até a tarde da última segunda (20), quando Tatola Godas fez o anúncio durante o “Quem Não Faz Toma”, programa que apresenta na 89 FM e que originou o elenco hoje a frente do “Encrenca”.

O contrato do grupo que vencia apenas em 6 de abril de 2022 foi rescindido antecipadamente em comum acordo com a RedeTV!

Segundo a RedeTV!, apesar da saída do elenco original, os planos da emissora são de manter a atração com outros integrantes até então não definidos.

Ao jornalista Ricardo Feltrin do UOL, Tatola revelou o motivo do distrato: “Não foi dinheiro que nos fez tomar uma decisão, pode apostar. Nós realmente não nos víamos mais na emissora agora. Quem sabe no futuro”, conta.

Advertisement

Por meio de nota enviada ao TVeMais, a RedeTV! se pronunciou anunciando novidades na atração:

“A RedeTV! agradece aos companheiros de uma parceria bem-sucedida e feliz por 7 anos e deseja sucesso em seus novos desafios profissionais. Muitas novidades serão anunciadas para o Encrenca nos próximos dias.”

Continue Reading

Notícias

Tadeu Schmidt é convidado para assumir o BBB após saída de Leifert

Published

on

Embora existam várias especulações em torno do nome que assumirá o BBB em 2022 – Marcos Mion, Felipe Andreoli, Ana Clara e até Maria Beltrão chegaram a ser citados pela mídia – um nome ganha força.

De acordo com matéria publicada pelo portal TV Pop, Tadeu Schmidt, que já havia sido indicado como uma opção, foi formalmente convidado pela TV Globo para assumir o comando do reality show.

As informações ainda dão conta de que o mercado publicitário estaria pressionando a Globo para que o canal carioca liberasse o quanto antes o nome do novo apresentador.

Embora a proposta seja o sonho de muitos comunicadores, Tadeu teria pedido um tempo antes de responder se deixaria a ancoragem do Fantástico para assumir o reality.

Advertisement

Vale lembrar que Pedro Bial, primeiro apresentador do BBB, também saiu do Fantástico.

Reestruturação do Fantástico

Ainda de acordo com o o TV Pop, existe o rumor de que a Globo está desejando reformular o seu jornalístico dominical.

Antes mesmo da saída de Tiago Leifert do BBB e da possível dança das cadeiras com o Tadeu, o canal já pensava em remanejar Maju Coutinho do Jornal Hoje para o Fantástico para substituir Poliana Abritta, que poderia ser transferida para o Globo Repórter.

Tadeu seria substituído por Thiago Oliveira, que se destacou no Hora Um, nas Olimpíadas e atualmente comanda o Esporte Espetacular.

Advertisement
Continue Reading

Notícias

Compositor de Barões da Pisadinha lança carreira como cantor

Published

on

Natural de Fortaleza no Ceará, com apenas 24 anos de idade, Felipe Amorim é compositor e assina singles gravados por grandes nomes como: Wesley Safadão, Xandy Avião, Claudia Leitte, Mano Walter e Zé Vaqueiro.

Responsável pelo hit “Tá Rocheda” que soma mais de 246 milhões de execuções no Youtube e 142 milhões no Spotify, e foi responsável por levar a banda “Barões da Pisadinha” aos palcos de todo o Brasil, Felipe virou o jogo e lançou sua carreira como cantor.

Considerado a nova sensação da pisadinha em todo o Brasil, sua primeira música de trabalho foi o hit “Sem Sentimento”, feito em parceria com DG, Batidão Stronda e MC Danny, um sucesso no Tik Tok com mais de 20 milhões de visualizações que marca cerca de oito milhões de reproduções no Youtube e quatro milhões e meio de execuções na plataforma de streaming Spotify. Figurando entre as principais playlists virais, sendo destaque na parada Top 50 viral mundial na plataforma de streaming, onde soma mais de meio milhão de ouvintes.

Advertisement

 

Já consolidado em sua carreira como compositor, Felipe acaba de estrear como cantor. Em estúdio para finalizar seu primeiro álbum, lançou seu mais recente trabalho. O single que conta com a participação especial da ex-panicat, modelo e digital influencer Aricia Silva já está disponível em todas as plataformas digitais, e conta com mais de 64 mil acessos no clipe oficial no Youtube.

Com single lançado e EP em desenvolvimento, o próximo passo do cantor é ensaiar com banda para em breve rodar por todo o país com sua turnê de lançamento.

Advertisement
Continue Reading
Advertisement

Mais Lidas

%d blogueiros gostam disto: