Foto: Reprodução CNN Brasil

A CNN Brasil informou por meio de nota divulgada na manhã dessa Segunda, 30, que os âncoras Maria Palma e Phelipe Siani, a partir de hoje, não apresentarão o programa “Live CNN” por estarem em quarentena. Mari teria sentido sintomas de gripe na noite da última sexta-feira,27, e, após consulta com os médicos, concluiu-se diagnóstico de infecção pelo novo coronavírus (Covid-19).

Por orientação dos especialistas de saúde e da CNN Brasil, a jornalista foi colocada em isolamento em casa até a sua completa recuperação. Siani, embora não tenha sentido nenhum sintoma, também está em quarentena por conviver com Mari.

Durante o período de quarentena, Mari e Siani farão participações especiais no programa, ao vivo, direto da residência em São Paulo. O casal será substituído pelo apresentador Diego Sarza, da CNN Rio de Janeiro, e por Elisa Weeck, âncora do telejornal Newsroom.

No Instagram, Siani comentou sobre o afastamento:

View this post on Instagram

Pois é, gente. Estamos em quarentena. Mari começou a apresentar sintomas de covid-19, principalmente os sintomas q tão sendo estudados agora em pacientes mais jovens. Ela perdeu totalmente o olfato e o paladar. Diante disso, a gente foi ao hospital e fizemos exames. Mari tá com um comprometimento leve dos pulmões e, pelo quadro geral, foi diagnosticada com o novo coronavírus. Eu, se tiver, sou assintomático. Como a gente tá junto o tempo todo, fomos colocados em quarentena tbm juntos. Agora é trabalho, leitura, videogame e isolamento. Todos os jornalistas acabam se expondo muito pra levar informação num momento como esse pra quem tá em casa. Respeitem o trabalho de quem não pode fazer home office. E respeitem esse momento. Vai passar!

A post shared by Phelipe Siani (@phelipe.siani) on

O canal, neste momento, conta com cerca de 40% de seus profissionais em home office e segue com ações de prevenção para evitar a propagação da doença nas dependências da empresa.